TORNA-TE QUEM TU ÉS!

Impossível não comentar o pronunciamento da ilustríssima deputada Miriam Rios. Mais uma vez a religião mistura-se com a política e comprova o que a história nos mostra freqüentemente. Ignorância exposta em frases preconceituosas embasadas numa completa e absoluta falta de conhecimento de causa. Inacreditável que uma pessoa possa falar o que ela falou e não ser presa. Expor um preconceito bárbaro disfarçado de liberdade de expressão é deturpar a lei. Não se pode argumentar com religiosos, pois eles vivem num mundo diferente, cheio de anjinhos, de santinhos e deuses cruéis e vingativos. Vivem no mundo do senhor dos anéis. Miriam Rios provou que a religião não é só o ópio do povo, mas tb a cachaça do acéfalo. Ela precisava fazer alguma coisa para sair do ostracismo global, e ao invés de encabeçar uma causa nobre e humanitária, preferiu levantar a bandeira do nazismo. Quem ela ira perseguir alem dos homossexuais? Os judeus? Os negros? Ela fala que a pessoa “escolheu” ser homossexual. Que falta de informação! Como uma pessoa pode escolher ser homossexual? Ela escolheu ser hétero? Não. O Brasil teima em andar sempre para trás. É inaceitável que no século XXI, pessoas que moram no reino de Alice, detenham poder e possam votar leis. Chega de fantasia. Chega de tolerância com os intolerantes. Se as religiões não respeitam a liberdade do individuo então ela não tem que ser respeitada. A religião atrasa a humanidade, violenta a lógica e cospe no bom senso.

Nenhum comentário: