TORNA-TE QUEM TU ÉS!

Desconstruir, novamente esse tema me vem a cabeça, novamente essa palavra me persegue como um pesadelo de negação da mesmice empobrecedora do intelecto.
E que grande tontura (e tortura) se torna o viver se as correntes sempre nos arrastam para o mesmo buraco da robotização.
Não. Diga não ao agora imposto, como a inevitabilidade do pensamento humano.
Duvide, se instrua, ataque o tudo com o nada e o nada com o tudo. Pense. Rasgue a máscara da imparcialidade. Vc é parcial. Mesmo que seja conservador, abra a boca e desmistifique o acaso, pois ele nada mais é que criação sua. Não confunda Stephen Hawkins com Richard Dawkins. Não confunda liberdade com libertinagem, não confunda imunidade com impunidade.

Nenhum comentário: