TORNA-TE QUEM TU ÉS!


Tão nefando quanto tirar uma vida
ainda em sua alvorada durante a gestação
é perverter o Eu-em-construção com valores impostos.
A educação então seria um aborto da identidade
ou um meio de fazer aflorar no individuo seu real EU?

Nenhum comentário: